A influência dos barris no aroma e no sabor dos vinhos

O contato dos vinhos com as barricas é uma das maiores interferências gustativas e aromáticas que podem ocorrer nas diversas fases de elaboração dos produtos.

A principal madeira utilizada para confecções de barricas com fins enológicos é o carvalho. Devido a sua capacidade de se moldar e adquirir as formas desejadas, e por apresentar uma porosidade, que permite uma micro oxigenação adequada, tem sido utilizada e preferida a muitos anos pelos produtores de vinhos em todo o mundo.

O que acontece com o vinho na barrica de carvalho

Sua porosidade é tal que o ar entra lentamente sem que o líquido saia pelos poros. Este processo modifica substancialmente a textura e corpo do vinho. O oxigênio potencializa algumas reações químicas aumentando a maciez e o equilíbrio.

É na fase de maturação dos vinhos que as barricas exercem uma influência gustativa muito importante podendo elevar seu nível de qualidade de maneira significativa. Porém, não é somente nesta fase que podem ser utilizadas, alguns vinhos fermentam nas barricas e outros realizam a fermentação malo lática embarricados.

Quando os vinhos são maturados em barricas vários compostos presentes na madeira são transferidos modificando aromas, texturas e estrutura. Os taninos fazem parte da estrutura da própria madeira e, ao entrarem em contato com os vinhos aumentam seus níveis de adstringência e volume em boca.

Formato e tostagem das barricas

As  características aromáticas do vinho também sofrem influências devido ao processo de  queima interna das barricas para que adquiram o formato ovalado, em uma operação denominada de tostagem. 

A intensidade da tostagem favorece a ocorrência de aromas distintos. Estas substâncias são responsáveis por agregar aos vinhos aromas que podem remeter à baunilha, notas de defumado, aromas de tabaco, chá, entre outros.

O uso de barricas também interfere na estabilidade da cor, pois os taninos transferidos da barrica para o vinho ajudam a manter a coloração viva por mais tempo, pois funcionam como aparato de sustentação para as antocianinas responsáveis pela cor. 

O processo de maturação do vinho em barricas de madeira aporta à bebida diferentes níveis de complexidade, se os vinhos que forem armazenados nelas tiverem características e qualidades que permitam a evolução.

Gostou de aprender o que acontece com os aromas e sabores dos vinhos devido a maturação em barris de carvalho? Compartilhe este artigo com seus amigos, nas redes sociais, para que mais pessoas também possam aprender sobre o mundo dos vinhos!

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin