Como criar uma recepção com vinhos e queijos de impressionar

Com a chegada do outono e do inverno as temperaturas tendem a diminuir e o paladar pede por algo mais refinado. Nessas estações, existe uma combinação mais do que perfeita para reunir amigos, familiares ou até mesmo para aquela pessoa amada: Vinhos e queijos.

Embora pareça algo simples, é preciso levar em conta algumas informações e dicas especiais na hora de combinar vinhos e queijos.

Foi por isso que resolvemos criar esse conteúdo, onde vamos mostrar de maneira prática e funcional, de como criar uma recepção com vinhos e queijos de impressionar os seus convidados. Confira!

Acompanhamentos e quantidade

Antes de criar uma recepção com vinhos e queijos, é importante saber calcular a quantidade para cada pessoa. A grande vantagem de se criar esse tipo de recepção é que o anfitrião não precisa ir para cozinha.

Outro ponto importante, diz respeito quando oferecer ou não ofertar acompanhamentos. Caso opte-se só pelo queijo e vinho, tem-se uma recepção clássica, mas oferecer acompanhamentos também não é uma má ideia.

Nesse caso, os principais são pães, geleias, patês, carnes brancas como peixes e aves também combinam, e por fim, além dos vinhos, água é uma excelente pedida.

No que diz respeito a quantidade o cálculo é o seguinte:

  • Queijos – 250 gramas por pessoa sem acompanhamentos e 150 gramas por pessoa com acompanhamento;
  • Pães – 150 gramas por pessoa;
  • Vinhos – 1 garrafa para 2 pessoas.

A escolha dos queijos

Para uma recepção onde o queijo será a principal oferta alimentícia, o ideal é optar entre 4 e 6 diferentes tipos de queijo e variar os sabores, principalmente no que diz respeito ao sabor e textura.

A sugestão é escolher pelo menos um tipo único de cada tipo de queijo conforme a seguinte colocação:

  • Queijo Forte: Roquefort e Gorgonzola;
  • Queijo Forte de textura dura: Gruyére, Grana e Parmesão;
  • Queijo firme de sabor suave: Ementhal, Reino e Gouda;
  • Queijo cremoso suave: Brie, camembert e Saint Paulin.

Ao escolher um queijo de cada categoria, será possível agradar os paladares de seus convidados.

Outra dica para causar impacto é evitar os queijos usados no dia a dia, tais como muçarela e prato por exemplo. Além disso, também é importante levar em conta o seu gosto pessoal.

Os queijos podem ser comprados no dia anterior à recepção, sendo de grande importância observar o prazo de validade, assim como suas consistências, devendo estar elásticos ao toque e sem soltar nenhum tipo de soro.

A escolha dos acompanhamentos

Depois de mostrar o que é possível servir como acompanhamento, é hora de dissecar de maneira mais profunda essas escolhas. Vamos lá.

  • Pães: Baguetes, ciabattas e pão com grãos são ótimas opções;
  • Geleias e patês: Geleias ácidas, como as de frutas vermelhas e damasco, são ótimas combinações. Com relação aos patês, azeitona preta e tomate seco são boas pedidas e aqui ainda é possível colocar um bônus – o mel, que combina com muitos queijos, como é o caso do Brie, por exemplo.
  • Frutas: uvas sem semente e damasco.
  • Castanhas: Castanha de caju, nozes e amêndoas tostadas.
  • Caldos e sopas: Opções leves vem bem a calhar nesse tipo de recepção, caldo verde, creme de palmito, ou capelete de frango são boas escolhas.
  • Carnes: Por fim, embutidos, curados e defumados, como salame, pastrami, presunto parma, entre outros, são essenciais para uma harmonização completa.

Vinhos: As estrelas da festa

E claro, que não poderiam faltar os vinhos, afinal, eles são as verdadeiras estrelas da festa.

Para queijos duros e de longa maturação, como o parmesão, a harmonização fica completa com vinhos encorpados que se destacam, produzidos com uvas do tipo Cabernet Sauvignon e Merlot.

Já para queijos mais suaves, a recomendação pode variar de acordo com o paladar dos convidados, sendo possível optar pelo consumo de vinhos brancos ou rosés à base de uvas sauvignon blanc, além de espumantes e vinho tinto pinot noir.

Para queijos de sabor forte e salgado, como o gorgonzola ou roquefort, o indicado é comer junto com uma fruta seca, como o damasco e harmonizar com espumante moscatel. Uma explosão de sabores e contrastes. Certamente você nunca mais esquecerá essa harmonização. 

E por fim: capriche na decoração

E para sua recepção com vinhos e queijos realmente impressionar, não se esqueça de caprichar na decoração.

Decore a mesa com ramos de alecrim, sirva os queijos em uma tábua bonita, use talheres, pratos e taças especiais e por que não dar um toque especial apostando na luz de velas? É importante ter em mente e nunca se esquecer que também comemos com os olhos.

Gostou das nossas dicas? Se sua resposta foi sim, então que tal dividir tudo o que você acabou de aprender? Para isso, basta compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin