Entenda porque os vinhos tintos são os preferidos no inverno

Entenda porque os vinhos tintos são os preferidos no inverno

Se você é um apreciador de vinhos certamente já se questionou como uvas idênticas, submetidas às mesmas técnicas podem dar origem a bebidas tão diferentes. É comum que países produtores de uvas e vinhos sejam divididos em duas categorias, os de clima quente e frio, de acordo com a incidência de sol na região e temperaturas ao longo do ano, e esses fatores ao atuar sobre as uvas, acabam gerando características sensoriais diferentes.

Outro fato curioso sobre o consumo dessa bebida tão especial, é que no inverno, os vinhos tintos se tornam os preferidos da maioria dos apreciadores.

No artigo de hoje vamos mostrar por que os vinhos tintos são os preferidos em estações mais geladas e quais as melhores opções para degustar quando as temperaturas estão baixas. Não deixe de conferir.

As uvas de clima quente e frio 

Durante o processo de amadurecimento de uma fruta, é possível observar que ela apresenta sabores diferentes.

Uma laranja verde,, por exemplo, possui um gosto amargo e extremamente ácido e quando amadurece e ganha coloração amarelada, o sabor se torna mais adocicado e quando passa do ponto se torna muito doce. O mesmo processo ocorre com as uvas que são a base para todo e qualquer tipo de vinho.

Com isso em mente, é importante saber que quanto maior e mais constante for o calor em uma região, mais rápido as uvas desenvolvem açúcar.

Isso porque a radiação do sol acelera a quebra de partículas que dão origem à sacarose, à glicose e à frutose.

Esse processo também influencia no aroma das uvas, uma vez que esse tipo de característica está diretamente ligado a essas substâncias.

Assim, em linhas gerais, uvas que crescem em regiões de clima quente tendem a gerar vinhos mais adocicados, frutados e com menor acidez.

Já as uvas de clima frio, costumam produzir bebidas com mais acidez, rusticidade e menos dulçor.

Uvas de clima frio dão origem a vinhos tintos que são preferidos no inverno 

Depois da nossa introdução, você já deve ter concluído que em regiões de clima mais ameno, as uvas demoram mais tempo para amadurecer.

Como consequência, os açúcares ficam menos concentrados e têm maior concentração de acidez.

Com a baixa incidência de luz solar, as uvas terão as cascas mais finas, o que dará origem a vinhos com corpo leve, e graduação alcoólica menor.

Vinhos tintos: por que eles são os preferidos do inverno? 

Existem alguns motivos para que o consumo de vinho tinto seja maior durante o inverno.

A primeira questão diz respeito à cultura. É cultural reunir-se com amigos e familiares durante o inverno para apreciar um bom rótulo de vinho tinto.

Os outros dois pontos que fazem dos rótulos tintos os preferidos no inverno ou situações de baixa temperatura são:

O efeito vasodilatador e as opções alimentares de harmonização, como vamos mostrar a seguir.

Efeito vasodilatador 

Muitas pessoas que consomem o vinho tinto no inverno notam que após determinada quantidade ingerida, vem à tona uma sensação de aquecimento corporal.

Para a maioria das pessoas, esse calorão fica mais perceptível na região do rosto, fazendo com que as bochechas se tornem mais rosadas.

O fenômeno fisiológico é o principal motivo pelo qual os vinhos tintos são os preferidos no inverno.

Os vasos sanguíneos tendem a se contrair durante o frio. Quando o vinho tinto é consumido, ele faz com que os vasos se dilatem, permitindo maior circulação de sangue pelo corpo, trazendo à tona a sensação de aquecimento.

Harmonizações 

Como já mostramos em outros artigos, um dos principais pontos positivos de se apreciar um bom vinho tinto são as inúmeras possibilidades de harmonizações com comidas em sua maioria quentes, ou seja, que combinam com baixas temperaturas.

Logo, fica simples notar porque os vinhos tintos são os preferidos no inverno, não é mesmo?

Culturalmente eles têm o poder de unir as pessoas, fisiologicamente promovem um aumento de temperatura corporal e ainda possuem ao seu favor a questão gastronômica.

Se você chegou até aqui, deve estar se questionando: Ok, e onde estão as opções de harmonizações possíveis com os diferentes tipos de vinho tinto?

É exatamente isso que vamos te mostrar agora!

As melhores opções de vinho tinto e harmonizações para o inverno 

Pensando em unir o útil ao agradável, separamos para te mostrar o que há de melhor em termos de vinhos tintos e harmonizações para o inverno.

Vinho tinto Cabernet Sauvignon/Merlot Maestria 

Esse vinho é elaborado a partir das uvas Cabernet Sauvignon (70%) e Merlot (30%) e afinado em barricas novas de carvalho francês por 8 meses.

Na questão de harmonização, deve ser consumido preferencialmente na presença de carnes vermelhas, massas e queijos de sabor marcante.

Vinho tinto Merlot Maestria 

O vinho tinto Merlot Maestria é elaborado 100% com uvas do tipo Merlot, cuidadosamente selecionadas. Seu amadurecimento se dá em barricas de carvalho francês durante o período de 8 meses.

Expressão, autenticidade e elegância são os três pilares do vinho tinto Merlot Maestria que é uma excelente opção de harmonização com carnes vermelhas, aves, coelho,  pratos à base de bacalhau, massas condimentadas com molhos de carne, queijos brie e camembert.

Vinho tinto Pinot Noir Maestria 

O Vinho tinto Pinot Noir Maestria é elaborado 100% a partir de uvas do tipo Pinot Noir selecionadas com cuidado e afinco. A bebida conta com um visual vermelho rubi claro com reflexos violáceos, brilhante e límpido, acompanhado de aroma elegante, franco e intenso finalizado com um toque mineral.

Com acidez muito equilibrada, harmônico e elegante, com boa persistência, as melhores harmonizações são: cordeiro, carne vermelha, aves, coelho, massas com molhos leves, risotos, queijos brancos e maturados.

Vinho tinto Cabernet Sauvignon/Merlot TAPERA 

Elaborado a partir das uvas Cabernet Sauvignon (70%) e Merlot (30%), essa bebida faz parte da linha de produtos TAPERA, que são vinhos jovens com aromas frescos e elegantes.

Trata-se de uma série que é definida por sua personalidade, estilo e expressão pura e acabada de seus cortes.

Possui excelente harmonização com carnes vermelhas, aves, coelho, risotos, massas, queijos brancos e maturados.

Vinho tinto Imortali 

O vinho tinto Imortali é elaborado com uma variedade de uvas Cabernet Sauvignon 76,5%, Cabernet Franc 18,5% Merlot 5%, possui um visual vermelho rubi, reflexos violáceos, límpido e é uma bebida biodinâmica.

A viticultura biodinâmica é uma prática agroecológica que permite equilibrar o ecossistema onde se desenvolverá a vinha, levando em conta os conceitos e princípios de um solo vivo, biodiversidade na propriedade, e respeito aos ciclos e ritmos naturais.

Com relação à harmonização, trata-se de uma excelente opção para ser degustado junto a carnes vermelhas, aves, caças, massas, molhos e queijos de sabor intenso.

E finalizando… 

Agora que você já sabe porque os vinhos tintos são os preferidos do inverno, não guarde o conhecimento adquirido apenas com você.

Compartilhe esse artigo para que amigos e familiares possam ter acesso às melhores opções de vinho para degustar nesse inverno.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba nossas últimas notícias e ofertas especiais direto no seu email.

qualidade

Garantida

entrega rápida

Em até 7 dias úteis

ATENDIMENTO

Especializado

SEGURANÇA

Na compra