Vinho e sushi, combinam?

Alguns tipos de alimentos são de difícil harmonização, difícil mas não impossível, basta que sejam tomados alguns cuidados, principalmente com os acompanhamentos.

Harmonizando vinhos com a culinária oriental

A harmonização de vinhos com a culinária oriental passa obrigatoriamente pela composição dos pratos assim como os molhos que tradicionalmente os acompanham. O shoyu, que é um fermentado de grãos de soja salgado, pode amargar completamente os vinhos.

O vinagre de arroz, por sua característica acética, como todos os vinagres se contrapõe aos vinhos. O gengibre que devido ao seu intenso aroma, ao sabor marcante, picante e ácido reduz a percepção das bebidas, já o wasabi, que é uma raiz forte, interfere nas papilas gustativas.

Estes molhos e acompanhamentos, que via de regra se encontram presentes em uma refeição oriental, entre outros tem sabores marcantes que devem ser levados em consideração no momento da harmonização.

Portanto, é muito importante utilizar os molhos de sabor intensos moderadamente se quisermos degustar convenientemente um bom vinho. E importante levar em consideração que o sushi e outros pratos da culinária japonesa são leves, muitas vezes crus e formados por peixes variados.

Levando estas características em conta, melhor será a harmonização quanto mais aromáticos forem os vinhos, e quanto mais marcante for a acidez a fim de que se possa fazer frente a força do aroma dos molhos e que a acidez limpe as papilas do agridoce.

Conheça os vinhos e espumantes mais indicados

Logo os vinhos brancos, como os Sauvignon Blanc, que possui estas características é um dos indicados para enfrentar esta batalha. Quem se habilita também de forma notável são alguns espumantes de boa estrutura, podendo ser branco ou rosé, mas que de preferência seja seco (Brut, Extra Brut ou Nature), evitando os mais doces como o Demi-sec e Moscatel, por exemplo.

O sabor dos peixes e a sutil estrutura do arroz são ressaltados pela acidez do espumante em conjunto com as borbulhas do perlage fazendo frente de forma harmônica a alguns molhos como o shoyu por exemplo.

Os vinhos rosés, assim como os espumantes, se forem aromáticos, e um pouco mais estruturados que os brancos, porém, igualmente frescos e ácidos, podem ser indicados principalmente no acompanhamento dos sashimis e demais pratos contendo peixes de carne mais escura.

Os vinhos tintos por possuírem características tânicas e acidez moderada, não são indicados. Se a sua preferência for ao vinho tinto, os mais aceitáveis são os leves de corpo como o Pinot noir, porém certamente serão mais apreciados com outros acompanhamentos.

Agora que você já sabe como harmonizar vinhos com sushi, acesse nossa loja online e confira nossos vinhos e espumantes!

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin