Frio, sopas e vinho, uma pedida calorosa para este inverno

As oscilações do tempo nos últimos anos têm apresentado invernos curtos, mas neste ano o frio quando aparece é intenso e duradouro.

Estes dias que amanhecem brancos da geada ou que anoitecem com uma chuva congelada com cara de neve nos remetem imediatamente a três coisas que andam paralelas, o fogo da lareira, um bom caldo quente e um vinho tinto para aquecer o corpo e a alma.

O calor das sopas e caldos no inverno

As sopas, os caldos e os cremes são comidas típicas do inverno pois servidas quentes, em sua maioria, transmitem uma energia que aquece imediatamente.

Os caldos, que normalmente são ralos, podem ser produzidos com cozidos de legumes, carnes ou peixes sendo utilizados os ossos das carnes, ou as cabeças dos peixes e podem ser consumidas diretamente ou servir de base para as sopas e os cremes.  

As sopas são mais ralas que os cremes e normalmente contêm vegetais cozidos que podem ser acrescentados de carnes, peixes e mariscos. Já os cremes são uma versão mais espessa do que as anteriores, às vezes até um pouco mais gordurosas, podendo em algumas receitas levar leite, queijo ou legumes batidos com pouca água. Qualquer uma das três opções são muito indicadas para esquentar o corpo no frio e acompanham divinamente um bom vinho tinto.

Receita de creme harmonizado com vinho tinto

Em nossa receita deste mês sugerimos um Creme de Batata baroa com leite de coco e carne seca. Confira os ingredientes e nossa sugestão de harmonização com esse prato:

Ingredientes:

5 mandioquinhas (batata Baroa)

1 /2 xícara de carne seca

1/2 cebola

1/2 garrafinha de leite de coco

* Sal e pimenta à gosto

Modo de preparo:

Cozinhe a mandioquinha já sem casca até ficar macia, escorra mas reserve a água;

Frite a carne seca com a cebola, adicionando sal e pimenta;

Bata as batatas no liquidificador com a água do cozimento e acrescente o leite de coco;

Para servir misture o creme com a carne seca,por uma questão visual tome o cuidado de colocar a carne no centro do prato.

Tanto a consistência do prato, como o sabor marcante da carne seca e a temperatura elevada indicada para o serviço pedem um acompanhamento de um vinho tinto encorpado servido a 18 oC.

Nosso vinho tinto MAESTRIA Merlot mostra toda sua potência e se adequa perfeitamente ao prato complementando o sabor aveludado do creme e se adequando ao ambiente das chamas da lareira.

Gostou da nossa receita de creme harmonizada com o Vinho Tinto Maestria? Então compartilhe essa receita em suas redes sociais!

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin